3 de set de 2012

A decisão perfeita


A decisão precisa ser tomada, você já parou e avaliou todos os aspectos positivos e negativos que envolvem a questão, mas na hora "H" sempre lembra de uma ponto a mais e, depois de muito se debater, acaba sem saber exatamente qual é a decisão perfeita. Isso já aconteceu contigo? Comigo já e acaba causando muita ansiedade. 
Então, como resolver esta questão?
Acontece que isto é mais comum do que você imagina. Tem muita gente que está sempre buscando a decisão que não tem defeitos, aquela que não tem falhas.

A postagem desta semana está intimamente ligada à ideia da Vida em Pacotes, que já foi tema aqui no nosso Blog. Se ainda não leu, dá uma passadinha lá antes, clicando aqui!

Quando você determina um objetivo para sua vida, como emagrecer, trocar de emprego, conseguir um aumento, passar num concurso público, seja lá o que esteja buscando alcançar, o que existe é uma quantidade de melhores decisões que podem ser tomadas e uma outra leva de decisões que não são tão boas assim.
Imagine uma pessoa que está tentando passar num concurso público, mas percebe que não está estudando o suficiente. Ao parar para avaliar as opções, ela identifica que pode: (1) fazer um quadro de horários, dividindo o tempo entre o estudo e o lazer; (2) pode simplesmente determinar quantas horas precisa estudar por dia e só depois de concluída a meta é que poderá ter tempo livre para as suas coisas, (3) pode se inscrever em um cursinho extra para preencher o tempo vago e se obrigar a estudar um pouco mais, ou (4) pode seguir fazendo o que vem fazendo até hoje, mesmo sabendo que ainda não funcionou. Qual é a decisão perfeita? Realmente eu não sei, mas com certeza é fácil ver que a quarta opção é uma das piores e qualquer uma das três primeiras parecem boas. 
O fato é que se você sempre optar pelas melhores decisões, com certeza, depois de um período de tempo, estará num lugar muito melhor do que estaria se estivesse sempre tomando decisão ruins. Percebe? 

Você não precisa investir uma infinidade de tempo para tentar achar a melhor decisão, até porque numa vida dinâmica, quase insana, em que vivemos hoje, se você demorar demais as decisões se acumulam e aí acaba tendo menos tempo para refletir sobre elas e a consequência disso é que as decisões tomadas vão ficando cada vez piores, aí vira um ciclo vicioso sem fim.
O que fazer, então? Pare, pense nas opções que você tem e avalie os pontos positivos e negativos de cada uma. Depois liste as opções que lhe parecem as melhores e afaste as que forem as piores. 
Diante das melhores opções que ficaram, escolha a que parece melhor se alinhar com suas metas, objetivos e sonhos. Se ela não for a perfeita, não se preocupe, pois, no mínimo, você estará indo para frente, e isso é muito bom.

Querendo conversar mais sobre este tema, acesse www.geronimotheml.com.br ou me escreva um e-mail em coach@geronimotheml.com.br.
Até a próxima e lembre-se sempre: Vencer é uma escolha!


Aproveite para Curtir o Blog no facebook!
..............................

Sugestão de leitura para continuar evoluindoA vida é feita de pacotes
O sucesso em 2 minutos e o experimento das flexões de braço





4 comentários:

  1. Respostas
    1. Izabel,
      vc sempre tão gentil.
      Se a postagem foi útil para vc, que bom!
      Um abraço,
      Geronimo

      Excluir
    2. a melhor decisão depende da sintonia que nós estivermos com nossas vidas

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Atenção: na hora de "publicar" seu comentário, é preciso "selecionar o perfil" que você está usando para comentar. Se não tiver nenhum perfil, escolha a opção "nome / url" e em seguida escreva o seu nome.
Um abraço e até a próxima