28 de out de 2012

O Método do sucesso: a evolução com adaptação

Vencer na vida não é fácil, estudos apontam que apenas 1% da população mundial pode ser considerada realmente bem sucedida. A questão é, como essas pessoas chegaram lá?
Ora, se existe metodologia para quase tudo, com certeza existe para se alcançar resultados altamente positivos na vida. No nosso caso, o método para se chegar lá passa por 5 etapas: (1) foco; (2) planejamento; (3) ação; (4) evolução com adaptação; e (5) a conquista do resultado esperado.
Se você ainda não faz parte deste grupo de pessoas muito bem sucedidas, provavelmente está errando em alguma das etapas do método do sucesso, estamos já há algumas semanas falando sobre isto no nosso Blog Vencer é uma Escolha! Quer continuar ou começar a aprender como entrar para esse seleto grupo dos bem sucedidos? Então é só seguir na leitura.

Já vimos que o ponto de partida para termos sucesso em qualquer área de nossas vidas é ter um foco claro e específico no que queremos, não adianta ter metas genéricas do tipo "quero emagrecer", você precisa determinar claramente quantos quilos quer deixar para trás e em quanto tempo isto vai acontecer. Não basta dizer que quer ficar rico, esse conceito muda de pessoa para pessoa, você precisa determinar quanto quer ganhar por mês, que patrimônio quer ter, qual o saldo que terá na conta corrente e, de novo, em quanto tempo você fará isto acontecer.
Em seguida tratamos do planejamento, afinal, sair tendo atitudes desalinhadas, mesmo que positivas, tornam o caminho mais longo, o que pode gerar uma perda da energia que seria essencial para alcançar o sucesso. Determinado o foco e traçado o planejamento, falamos da ação propriamente dita.
Mas não é quando entramos em ação que termina a busca do sucesso, ao contrário, posso afirmar que é justamente aí que começa o ponto que vai dividir os que vão chegar lá e aqueles que ficarão pelo caminho. É o momento que merece nossa maior atenção.
Começa a fase da Evolução com Adaptação, é aqui que os imprevistos e, principalmente, o desânimo e a falta de persistência acabam agindo e dominando as ações. Neste momento, a chave do sucesso é a consistência, especialmente nos primeiros 21 dias. Diversos estudos mostram que o cérebro demora de 21 a 22 dias para absorver um novo hábito, algo em torno de 3 semanas. Veja, é justamente por isto que a maioria das dietas, cursinhos, academias, atividades físicas rotinas para acordar mais cedo, economia de dinheiro, ficam pelo caminho nas duas primeiras semanas, as pessoas em geral não persistem o tempo necessário para que o cérebro registre aquele novo hábito.
Na prática funciona assim: imaginando alguém que resolva ter atitudes mais saudáveis e praticar atividade física. Ela determinou o foco de caminhar 4 vezes por semana na praia. Planejou acordar uma hora mais cedo, comprou um tênis adequado, fez os exames necessários e entrou em ação. Colocou o despertador e deu tudo certo nos primeiros dias, mas lá pelo 5º ou 6º dia, durante a segunda semana, começa a guerra interior. O despertador toca, aquela vozinha que vem de dentro começa a dizer que ainda nem clareou o dia direito, que o dia de trabalho será duro pela frente, que está muito frio, que a noite não foi tão boa, que parece que está vindo um resfriado e outras trezentas e trinta e duas desculpas para continuar na cama. Isso nada mais é do que o cérebro lutando para retornar ao hábito que ele tinha antes.
É neste momento que você precisa lembrar que a chave do sucesso é a consistência, que precisa persistir nos primeiros 21 ou 22 dias para que seu cérebro registre aquele novo hábito, isto é neurociência. É aqui que entra a adaptação para continuar evoluindo, todos nós precisamos buscar soluções criativas para continuar no processo de evolução até alcançarmos o resultado esperado.
E como fazer isto? Como realizar as adaptações necessárias e seguir persistindo na meta maior? Aí entram as ferramentas do Coaching que são muito úteis para que se alcance o resultado final. São tantas opções de ferramentas cientificamente validadas que eu não consigo listar todas aqui, mas deixarei algumas sugestões:
(1) registre num papel a razão pela qual você está buscando adquirir aquele novo hábito na sua vida. Seu esforço tem uma razão, qual é ela? Está emagrecendo para voltar a caber naquela calça jeans ou melhorar sua saúde? Economizando dinheiro para quitar uma dívida ou comprar um carro novo? Estudando para passar num concurso ou simplesmente conseguir completar o MBA e conseguir aquela promoção prometida? Seja o que for, escreva em letras bem grandes e coloque num lugar que você possa se lembrar o tempo todo da razão para tanto esforço.
(2) Perdas & Ganhos: pare por trinta minutos em um lugar tranquilo, certifique-se de não ser interrompido e anote num papel tudo o que você vai ganhar se alcançar o resultado esperado com o seu esforço. Depois registre tudo que você perderá se não alcançar. Isto deve ser o suficiente para lhe dar um gás extra.
(3) busque apoio em pessoas que têm o mesmo foco que o seu: se o seu objetivo é caminhar ou correr de manhã, reuna um grupo que tenha a mesma intenção. Se é trocar de carro, veja um amigo que está com o mesmo propósito e troque informações regulares com ele, isto o manterá no foco principal.
Resumindo, como já disse antes, alcançar o sucesso não é fácil, mas se você tiver foco, planejar, entrar em ação e se manter em evolução com as adaptações necessárias por 21 ou 22 dias, suas chances de alcançar o sucesso serão muito maiores. Com o novo hábito adquirido, é só persistir até que o resultado final seja alcançado.
Espero que eu tenha lhe ajudado a caminhar um pouco mais na direção da sua evolução pessoal. 
Se você achou este artigo útil, clique no botão da sua rede social favorita abaixo e compartilhe conhecimento.
Se quiser conversar um pouco mais sobre este tema, me mande um e-mail para coach@geronimotheml.com.br. Para saber mais sobre Coaching, visite o meu site em www.geronimotheml.com.br.
Um abraço e lembre-se que vencer é uma escolha!

Aproveite para Curtir o Blog no facebook!

2 comentários:

  1. Que bom saber disso. Saber que o cérebro precisa desse tempo, dá um certo alívio e tira a maldita culpa. "Vamo que vamo".

    Um beijo.


    Greice

    ResponderExcluir

Atenção: na hora de "publicar" seu comentário, é preciso "selecionar o perfil" que você está usando para comentar. Se não tiver nenhum perfil, escolha a opção "nome / url" e em seguida escreva o seu nome.
Um abraço e até a próxima