17 de fev de 2013

Meio é muito melhor do que nada

No final de semana ele determinou o foco, segunda-feira começaria a estudar 4 horas por dia para passar num concurso. No primeiro dia a meta foi alcançada, terça ok, quarta foi na raça, mas fez, e na quinta o dia passou, chegou de noite e ele ainda não tinha estudado. Resultado, olha no relógio e vê que já não dá tempo de estudar as 4 horas que tinha se programado e, jogando na conta da frustração de não poder cumprir todo o planejado, acaba não estudando nada.
Este é um grande erro de quem está começando a se desafiar em busca de uma meta desafiadora. Por não conseguir fazer tudo acaba não fazendo nada. 
Isto é exatamente o que acontece quando perdemos o início de uma aula de ginástica e preferimos voltar para casa ao invés de optar pelos 30 minutos possíveis de esteira.
Quando já é de noite e não dá mais tempo de ler as 50 páginas do livro e acabamos não lendo nada.
Numa dieta, por comer algo errado logo no café da manhã, acabamos saindo da dieta o dia inteiro.
E por aí vai. Você conhece alguém que já passou por isto? Talvez até conheça alguém muito intimamente? ; )

Pois é ... o risco disto é que nosso cérebro demora de 21 a 22 dias para adquirir um hábito novo e a quebra da rotina tende a nos levar de volta ao comportamento antigo, retornar ao estado anterior é muito mais confortável para nosso sistema cerebral. É mais simples voltar ao que ele já estava acostumado a realizar naquela época em que não estávamos estudando, nem de dieta e muito menos fazendo atividade física.
Reflita: o que parece ser melhor para manutenção de um novo hábito que está tentando instalar em você? Fazer o mínimo possível naquele dia que as coisas saíram do rumo normal ou não fazer nada?
Exatamente isto, meio é muito melhor do que nada!
Portanto, arregace as mangas, mãos a obra e no dia em que as coisas não saírem como planejado, faça o que for possível. No dia seguinte avalie o que saiu errado e volte ao rumo certo das coisas.

Para aumentar suas chances de sucesso, aproveite para ler mais sobre foco, planejamento, ação e adaptação.

Se tiver dificuldades em se planejar e entrar em ação sozinho, procure um profissional capacitado que trabalhe com Coaching, ele pode lhe ajudar. Sugiro aqueles que comprovem capacitação séria, como as da Sociedade Brasileira de Coaching, que é o meu caso.
Querendo conversar mais sobre isto, acesse www.geronimotheml.com.br ou me escreva um e-mail (coach@geronimotheml.com.br).
Até a próxima e lembre-se sempre: Vencer é uma escolha!


Aproveite para Curtir o Blog no facebook!


4 comentários:

  1. Otimo post..

    precisei de um emprurrão.. e aqui está tudo que eu precisava ler.. e cair a ficha de como estou deixando passar o tempo.. só pq perdi uns minutos.. ou por que comi algo que não estaria na dieta..

    paranbens prof.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simone, oi!
      Muito obrigado por seu comentário.
      Essa a ideia, devemos nos adaptar aos imprevistos e não desistir da programação como um todo. Meio é sempre melhor que nada.
      Obrigado pelo feedback, saber que o texto fez bem para alguém é o meu combustível para seguir escrevendo mais.
      Um abraço apertado e lembre-se que vencer é uma escolha!
      Vamooooooooooooo

      Excluir
  2. Que bom saber que o cérebro precisa de 21 a 22 dias para se adaptar. Isso ajuda na persistência. Obrigada. Beijos.

    Greice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é isso aí Greice ... a fase mais difícil é manter o foco e a persistência nos primeiros 21 a 22 dias, depois vai virando hábito.
      Abraço apertado!

      Excluir

Atenção: na hora de "publicar" seu comentário, é preciso "selecionar o perfil" que você está usando para comentar. Se não tiver nenhum perfil, escolha a opção "nome / url" e em seguida escreva o seu nome.
Um abraço e até a próxima