30 de abr de 2013

Realidade Externa x Realidade Interna. Aprenda a interpretar os acontecimentos a seu favor.


Se 10 pessoas estiverem olhando para uma árvore e uma maça cair dela na cabeça de uma boa velhinha de 97 anos de idade que passava por ali, bem na hora, todas essas pessoas que estavam observando terão visto uma mesma realidade externa: uma maça caindo na cabeça daquela senhora. Acontece que nem todos vão internalizar aquilo de uma mesma forma, cada um irá criar a sua própria realidade interna. Para uns será uma cena engraçada, outros vão ver o lado positivo daquela senhora que, mesmo aos 97 anos de idade, ainda está passeando pela rua ao ponto de tomar uma "maçanzada" na cabeça e outros vão pensar "nossa como esse mundo é perigoso, se fosse um coco poderia ter matado ela, é melhor eu não passar mais por esta praça". Percebe, de um mesmo evento várias interpretações diferentes foram geradas. O interessante e útil de tudo isto é entender e assimilar que a forma com que você gera sua realidade interna pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso em algo para sua vida. Vamos seguir neste assunto? Você acha que essas informações podem ser úteis na sua vida? Então é só seguir na leitura.




Vou usar aqui um case de sucesso de uma das minhas clientes de Coaching, que vou chamar de Renata (nome fictício de uma cliente real). A história é um pouco mais longa, mas vou direto ao assunto. A Renata é uma pessoa inteligente, visivelmente acima da média, e ao longo do processo de Coaching decidiu que o sonho da vida dela era ser Juíza. Ela nasceu para isto. Ela se via assim. Só estava tendo dificuldade de planejar, acreditar que era possível e começar a estudar o necessário para alcançar aquele objetivo. 
Ao longo das primeiras sessões, ela sempre dizia a mesma coisa: "esta semana foi muito difícil, afinal, estudar é um martírio, e eu não consigo ficar mais do que 10 ou 15 minutos focada". Na terceira sessão em que ela narrava cada momento de estudo como martírio, ficou claro para mim que ali tinha um problema. 
Veja, a realidade externa é a mesma para todo mundo. Sentar a bunda na cadeira e estudar algumas horas necessárias por dia para alcançar o sucesso e ser aprovada no concurso dos sonhos. Acontece que ela pegava aquela realidade externa e transformava em "um martírio" para a realidade interna dela
O nosso cérebro é extremamente obediente. Se você diz para ele que algo é "um martírio", ele entenderá a mensagem e fará tudo para lhe ajudar a se livrar daquilo. Afinal, tudo que é um martírio nos incomoda e nos agride. É aí que tudo ao redor se torna mais interessante do que estar ali estudando, você passou essa mensagem para o seu cérebro. Assistir a novela, arrumar a gaveta de papéis da cômoda que você não mexe nela há mais de um ano e nunca deu importância para aquilo, ligar para aquela tia que sempre foi chata, mas de repente deu uma vontade súbita de falar com ela, e por aí vai. 
Qual foi a solução? Fizemos uma ferramenta técnica numa sessão para adequar a realidade interna para algo que fosse mais útil para ela nesse processo. O Coaching é muito bom para isto. Depois de uma hora, ela redesenhou seu modelo mental para definir que “estudar é o meio para alcançar tudo que eu mais quero na vida em termos profissionais”.
Percebe a diferença? De algo que era um martírio para se tornar o meio para alcançar tudo que ela mais queria na vida. Será que o cérebro e a mente dela passaram a ajudar nessa processo? Claro que sim. Hoje ela estuda de 1h30 a 3h por dia e, considerando a capacidade dela, com certeza já já termos uma nova juíza por aí!
Como você pode usar isto a seu favor? Vasculhe na sua mente todas as crenças e afirmativas negativas que você usa, que acabam se tornando mais um empecilho para alcançar o que você quer. Maldizer uma boa caminhada ao sol ou estar sempre chamando saladas de "mato sem sabor". Pense ... se uma salada é mato sem sabor, tem chance do seu cérebro ser seu parceiro nesta empreitada? Claro que não.
Pare por alguns instantes e reflita uma outra forma de olhar para a mesma questão. 
Uma dica! Se você não achar outra forma de olhar para a mesma realidade externa, procure Imaginar como uma pessoa bem sucedida internaliza aquilo. Pense como um bom corredor se refere positivamente à corrida matinal dele. Imagine como uma pessoa extremamente saudável e em forma se refere a uma bela salada de verduras frescas? Esse pode ser o  caminho. 
No momento em que você definir uma forma mais positiva de ver aquilo em que você não anda tendo muito sucesso em conseguir, lembre-se, não há mágica, você precisará praticar alguns dias, até que se torne como um mantra para você e seu cérebro se torne seu aliado nesta empreitada. 
Se tiver dificuldade de conseguir fazer isto sozinho, procure um bom profissional de Coaching, ele certamente lhe ajudará. Se quiser saber mais sobre Coaching ou fazer uma sessão de teste, fale comigo em coach@geronimotheml.com.br ou clique aqui!
Um abraço e lembre-se sempre que vencer é uma escolha!!!

6 comentários:

  1. Geronimo! Gostei muito dessa matéria. Eu realmente acredito que a maneira como nós interpretamos determinado fato afeta nossas atitudes. Por isso uma coisa que em tese seria chata, se olhada por outra perspectiva não fica tão ruim assim... e se torna até mais atrativa de fazê-la.
    É lógico que cumprir as etapas é necessário para a obtenção de um sucesso desejado, mas acho que essas etapas não precisam ser encaradas da pior maneira.

    Bem, é isso. Continuarei acompanhando as próximas matérias pelo blog! Abraços. Aline.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso Aline, a interpretação pode ser nossa aliada ou nossa pior inimiga. Se vigiarmos, usamos essa arma a nosso favor.
      Legal ter você por aqui.
      Espero ver comentários seus sempre!

      Excluir
  2. Mais uma vez, um excelente texto, Geronimo!
    Obrigada.

    Greice

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Greice, tamo junto ... rumo ao sucesso!!!

      Excluir
  3. “Quando se tem um grande sonho e sobre ele, você lança toda a sua força e energia, todo o universo conspira a favor e partir daí, as coisas acontecem!" Frase de Paulo Coelho adaptada por mim.

    Abração, Gerônimo!

    Pio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bela adaptação, meu nobre Pio, bela adaptação ... e eu concordo plenamente que o universo conspira a favor, assim como poderia conspirar contra para aqueles que preferem aceitar a situação atual.
      Pra cima deles ... vamoooooooooo!

      Excluir

Atenção: na hora de "publicar" seu comentário, é preciso "selecionar o perfil" que você está usando para comentar. Se não tiver nenhum perfil, escolha a opção "nome / url" e em seguida escreva o seu nome.
Um abraço e até a próxima